quarta-feira, 20 de maio de 2015

POR DENTRO DA PETROBRAS - NOVOS TEMPOS E OPORTUNIDADES


(Texto enviado pelo Representante Beta EQ, João Paulo Werdan)

Apesar dos vídeos recentes escândalos de corrupção e má gestão que circundaram a PETROBRAS, nos últimos meses a empresa tem apresentado resultados positivos, por exemplo, o fato da estatal ter chegado a produzir 713 mil barris de petróleo por dia no pré-sal, a criação de nove novos sistemas de produção e do aumento da eficiência operacional das unidades de operações, as refinarias no Brasil bateram recorde de processamento anual de petróleo, em 2014 (a carga refinada foi de 2,1 milhões de barris de petróleo por dia (bpd).


O volume é 34 mil barris por dia superior ao recorde anterior, alcançado em 2013, com um aumento no ano de 1,7%.), início das atividades da Refinaria Abreu e Lima (Rnest - a mais moderna unidade já construída pela BR), neste mês de maio/2015, em Houston (EUA), recebeu pela terceira vez o prêmio OTC - Distinguished Achievement Award for Companies, Organizations, and Institutions - em reconhecimento ao conjunto de tecnologias desenvolvidas para a produção da camada pré-sal (esse prêmio é o maior reconhecimento que uma empresa de petróleo pode receber na qualidade de operadora offshore), além disso, suas ações subiram cerca de 17% na última semana.  

Com todos esses dados parece que finalmente os “dias difíceis” da empresa estão sendo superados e nos resta então esperar ainda mais contribuições da estatal para o país e principalmente novas oportunidades de emprego.

Para os “concurseiros”, o professor e coordenador do curso preparatório CPOG no Rio de Janeiro, Octavio Gouveia disse que “osistema Petrobras, que engloba a Petrobras Holding, a BR distribuidora e a Transpetro, costuma ter de 3 a 4 concursos por ano”, e que “geralmente, os editais trazem pelo menos um terço das oportunidades para quem tem nível superior”, diz.

Nas últimas décadas a estatal se tornou a “menina do olhos” de quase todos os profissionais da área técnica, segundo a última pesquisa da Cia. de Talentos, esta é a empresa dos sonhos dos jovens brasileiros. Conseguir um emprego na companhia pode não ser tarefa das mais fáceis, já que os concursos são bem concorridos. No entanto, uma vez lá dentro, as portas se abrem para a ascensão profissional.

Segundo Lairton Correa, gerente de gestão de efetivo da Petrobras: “o jovem enxerga a possibilidade de ter o desenvolvimento de carreira”, diz. Entre os benefícios promovidos pela política de RH da empresa, há auxílio educação, com bolsas para escolas técnicas e superiores e incentivos para pós-graduação, mestrado e MBA. Além disso, ao colocar os pés na empresa, o profissional passa por capacitação dirigida às necessidades do mercado de óleo e gás na Universidade Petrobras, antes de começar a trabalhar.

Correa, que tem 38 anos de casa disse ainda: “Eu entrei como funcionário de nível médio, ganhei bolsa, fiz faculdade e 3 pós-graduações”. A média de tempo dos funcionários na companhia é de 17 anos, segundo ele, “Aqui o funcionário entra para ficar a vida toda”.

De júnior a presidente a possibilidade real de crescimento estimula os funcionários a ficarem na empresa. Anualmente todos os profissionais são avaliados. Dependendo do seu desempenho, o funcionário vai mudando de nível dentro de sua categoria (júnior, pleno e sênior). “Ele ainda pode ser consultor ou gerente. Todos os gerentes da companhia são selecionados entre os funcionários concursados”, diz o gerente de efetivo da companhia.

Chegar a diretor ou à presidência da empresa também é possível, mas vai depender de eleição do Conselho de Administração da Petrobras e indicação da presidência da República de um dos membros do conselho.
Carreiras mais promissoras

Até 2016, segundo o Plano de Negócios da Petrobras (2012-2016), os investimentos da companhia devem atingir a marca dos R$ 416,5 bilhões. E a cifra bilionária se traduz em milhares de novas oportunidades profissionais.

A última previsão da estatal era de que até 2015 o quadro de funcionários saltaria de 58 mil para 76 mil funcionários. Mas este número está sendo revisto, explica Correa: “Cada vez que a Petrobras lança o Plano de Negócios, o RH revisa também o dimensionamento do efetivo”, explica.

Entre as 55 carreiras profissionais do quadro da Petrobras, a empresa destacou as mais promissoras e que deverão oferecer mais vagas para quem tem curso superior nos próximos processos seletivos:

Há demanda para todas as linhas de engenharia, segundo a Petrobras. Mas, no último edital, os cargos de engenheiro de equipamentos (mecânica), engenheiro de petróleo e engenheiro de processamento foram os mais ofertados dentro desta área. Geólogos e geofísicos também são profissionais procurados pela empresa. Confira quais são os cargos com oportunidades para engenheiros químicos, a formação necessária e a faixa salarial:

Engenheiro de Petróleo

Formação necessária: graduação superior em engenharia. “Fazemos a seleção de pessoas formadas em linhas diversas de engenharia e depois elas vão fazer os cursos de formação”, diz Correa. O curso de formação do engenheiro de petróleo oferecido pela Universidade Petrobras, um dos cargos técnicos mais especializados, dura cerca de um ano.

O que faz: Acompanha, participa e executa os trabalhos de perfuração, completação e manutenção de poços, cálculos das reservas de óleo e gás e estudos integrados de reservatórios, e participa do processo de certificação de reservas.

Salário inicial: remuneração mínima de 7,4 mil reais, mas dependendo do regime de turnos há adicionais.

Engenheiro de processamento

Formação necessária: graduação superior em engenharia química.
O que faz: Acompanha, participa e executa atividades relacionadas aos processos de otimização, produtividade, qualidade de dados, projetos, operações, insumos e matérias-primas, desenvolvendo e utilizando modelos matemáticos e programas de simulação para validação dos processos químicos, petroquímicos e de logística.

Salário inicial: remuneração mínima de 7,4 mil reais, mas dependendo do regime de turnos há adicionais. 

E agora, como chegar lá?

Até julho de 2014 a empresa havia recrutado mais de 1.460 aprovados no concurso em vigência na época.

De acordo com Gouveia, os candidatos a uma vaga na Petrobras devem estudar por dia um mínimo de 2 horas. Concentração afiada e apostilas na mão é, sem dúvida, a fórmula indicada para conquistar um lugar na empresa dos sonhos dos jovens brasileiros.

Quais atividades um EQ desenvolve na PETROBRAS?

Nesse caso, depende do cargo. Confira abaixo dentre as 54 carreiras da empresa quais os cargos que um engenheiro químico pode ocupar e suas respectivas funções.

Engenheiro(a) de Processamento

Acompanhar, participar e executar atividades relacionadas aos processos de otimização, produtividade, qualidade de dados, projetos, operações, insumos e matérias-primas, desenvolvendo e utilizando modelos matemáticos e programas de simulação para validação dos processos químicos, petroquímicos e de logística. 

Químico(a) de Petróleo

Acompanhar, participar e executar o desenvolvimento e otimização de métodos analíticos para controle de qualidade, acompanhamento de produção, avaliação/caracterização de produtos e insumos, em toda sua área de trabalho e projetos de pesquisa e desenvolvimento de materiais, produtos, processos e equipamentos, bem como serviços de assistência técnico científica, visando à otimização e ao aperfeiçoamento dos processos na sua área de atuação.

Engenheiro(a) de Petróleo

Acompanhar, participar e executar os trabalhos de perfuração, completação e manutenção de poços, cálculos das reservas de óleo e gás e estudos integrados de reservatórios, bem como participar do processo de certificação de reservas. 



Analista de Sistemas


- Ênfase Engenharia de Software- Acompanhar, participar e executar a prospecção e testes de novas tecnologias e serviços, e o suporte especializado na solução de problemas de Tecnologia da Informação, identificando oportunidades, propondo soluções e otimizações aderentes aos processos de negócio.

- Ênfase Infraestrutura - Acompanhar, participar e executar o desenvolvimento, implementação e manutenção de soluções de infraestrutura e sistemas de Tecnologia da Informação, de acordo com nossos padrões e procedimentos, bem como realizar a avaliação do ambiente físico, otimização do desempenho e garantia do funcionamento das soluções de Tecnologia da Informação.

- Ênfase Processos de Negócio - Acompanhar, participar e executar a identificação de necessidades dos clientes, estudos de viabilidade técnica, desenvolvimento, validação, documentação e manutenção de aplicações de apoio à decisão. 

**Atenção: as informações acima têm por base os requisitos do último processo seletivo realizado para o cargo. Os requisitos de escolaridade para cada cargo podem sofrer alterações de um processo seletivo para o outro e são publicados nos editais de cada processo. TODOS OS DADOS FORAM DIRETAMENTE FORNECIDOS PELA PETROBRAS.

Confira o vídeo do início das operações da Refinaria Abreu e Lima.

Referências:

Nenhum comentário:

Postar um comentário