segunda-feira, 20 de abril de 2015

OPORTUNIDADES PARA ENGENHEIROS QUÍMICOS - BCG DA VIDA

(Texto enviado pelo Representante Beta EQ, Felipe Morelli)

Agora que esbanjou horas de estudo, fez inglês, curso de oratória, Excel, HP, participou de inúmeros projetos voluntários, organizou eventos lucrativos sem divisão entre as partes, chegou a hora de ser a estrela! Faremos aqui a famosa análise BCG do marketing para a sua vida.


Está é a matriz BCG.


Nessa matriz as empresas analisam seu portfólio e a enquadram em uma das quatro posições. O abacaxi simboliza um produto em um mercado estagnado e que a empresa tem pouca participação de mercado, sendo, portanto, necessário descarta-lo do portfólio. Produtos em questionamento devem receber investimentos para que virem estrelas, já que estão em um mercado em ascensão e necessitam aumentar sua participação de mercado. Os produtos de estrela devem continuar recebendo investimento para que o produto mantenha sua participação até que esse mercado se estabilize e este se transforme na Vaca leiteira, que são os produtos consagrados de uma empresa que gera fluxo de caixa e lucratividade a companhia.

Agora imaginemos que ao invés de crescimento de mercado, pensemos em o quanto investimos, tanto em tempo quanto em dinheiro, na nossa educação. E na participação de mercado pensemos no quão sustentável economicamente somos.

Durante a faculdade, na maioria das vezes, ainda não conseguimos nos sustentar e estamos em questionamento. É no primeiro emprego que temos a oportunidade de virar uma estrela, mantendo ainda parte do nosso tempo em educação e ao mesmo tempo alcançando a independência financeira.

É na hora de desenhar nossa carreira que escolhemos duas possíveis rotas: a da iniciativa pública ou privada. Na primeira temos como perspectiva a academia ou as estatais. Já na segunda temos as oportunidades de trainees ou as tradicionais vagas de emprego. Além disso, devemos saber se seguiremos área técnica, tão ensinada na graduação, ou optaremos por gestão, algo que muitos de nós nos apaixonamos quando adentramos nas organizações estudantis. É principalmente nela também que nos desperta o espírito empreendedor e nos faz pensar em termos nosso próprio negócio. É nesse mar de opções que devemos entrar em algum barco e ajudar a remar.

Citarei referências em duas áreas: programas de trainee e empreendedorismo, áreas pelas quais me interesso e também quero trilhar. Programas de trainee são aceleradores de carreira; é a possibilidade que as empresas dão á jovens talentos, detentores de muito conhecimento, vontade, e principalmente astúcia, para se tornarem gerentes com o pouco tempo de mercado. Empresas apostam nesses jovens gerentes para que a empresa nunca pare de crescer e aumente sempre sua competividade. Há o portal “My Trainee”¹ que divulga todas as oportunidades de processo seletivo trainee no Brasil, com layout agradável para navegação e dicas para entrevistas online, dinâmicas de grupo, entre outras. No site podemos ver que muitas das empresas exigem para essas disputadas vagas somente o curso superior, sem especificidade de curso, como a Cargil e a Danone. Outras empresas, como a Ambev, possui vagas técnicas em que a Eng Química está inclusa. Estão abertas as inscrições para os programas tanto da Cargil quanto da Ambev no site.

No empreendedorismo podemos citar tanto aceleradoras de negócio, que ajudam seu negócio alavancar, ou então cursos de capacitação voltada para empreendedores. A Endeavor² possui um programa para acelerar Startup. Dois sócios da Movile, mais completa empresa de serviços para celulares da América Latina, é, por exemplo, frutos desse trabalho³. Como curso de capacitação, ouvi muitas indicações de grandes empresários para o Empretec do Sebrae4.

Penso que a decisão para qual caminho seguir depende exclusivamente de suas prioridades. Liste suas prioridades, conheça qual é a característica de cada caminho e escolha! Simples exemplos de prioridades são salário e benefícios, estabilidade, autonomia, ambiente de trabalho. Cada empresa procura por um perfil e é importante estar ciente qual é o seu para que procure empresas que vão de encontro com seus ideais. Isso ajuda você, que será mais competitivo ao disputar a vaga e quando conquista-la não terá más surpresas; e bom para a empresa, pois diminui o risco de contratar um candidato com o perfil errado.

Pesquisas mostram que dedicamos, em média, nove horas para o trabalho5, sendo que este dado provavelmente aumenta para cargos de gerência. Portanto, por falar em prioridades, a meu ver, não há sentido em desejar um bom salário para gastar nas sete horas restantes do seu dia, considerando as oito horas de sono. Sem contar a possibilidade de, por fazer algo que não estima, realizar um trabalho medíocre e cair na mesmice de trabalhar para comer e comer para trabalhar, por conta de seu mal desempenho. Ou que vire o amigo do Raul, Pedro, que vai pro seu trabalho todo dia, sem saber se é bom ou se é ruim. É necessário encontrar propósito no que faz; seu trabalho deve fazer alguma diferença positiva para a sociedade, nem que seja aproveitar melhor um recurso fóssil, como o petróleo, ou produzir cosméticos que façam as mulheres se sentirem melhor e auxiliá-las na saúde da pele.

Por fim, certa vez ouvi um filho recitando, com muito orgulho, a frase que seu pai sempre lhe dizia: Eu sempre acordei cedo. O filho explicava que demorou para entender a profundidade daquilo, mas enfim compreendeu a melhor das características do pai: a dignidade. Independente do caminho que deseja seguir seja digno do que escolher e torne-se a Vaca leiteira para que seus herdeiros possam mamar!

Sem ofensas, até breve.

Links recomendados:

Referência:

Nenhum comentário:

Postar um comentário