terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

O MERCADO DE TRABALHO PARA ENGENHEIROS QUÍMICOS RECÉM-FORMADOS

(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e estudante da UTFPR, Jocirlei Felicio)

Em recente artigo publicado pela Revista Brasileira de Engenharia Química (REBEQ), sobre o Mercado de Trabalho da Engenharia Química,destacaram-se as oportunidades e um futuro promissor para essa área. Com o crescimento e desenvolvimento de tecnologias, o mercado exige cada vez mais de profissionais habilitados e capacitados. Por outro lado, o recém-formado deve estar atento para as indústrias que almeja, algumas questões devem ser analisadas, isto é, se a empresa possui credibilidade, ética, sua missão, visão e valores, responsabilidade social e ambiental, a relação entre suas partes interessadas, etc.

Com isso, cabe ao recém-formado, além de ter competências e atitudes, ser um profissional que tenha rede de contatos, visão e leitura de cenários. Esses fatores são primordiais para a carreira, mas ela deve ser construída no início do curso, fora e dentro da universidade.  

Além disso, ter fluência em outro idioma (como o inglês), conhecimentos em Informática, fazer intercâmbios ou participar de iniciação científica, são diferenciais para o recém-formado em Engenharia Química. 

Mais informações, leia na Revista Brasileira de Engenharia Química - REBEQ: https://www.magtab.com/leitor/962/edicao/12462

Nenhum comentário:

Postar um comentário