sábado, 14 de fevereiro de 2015

ENTRAVES E OPORTUNIDADES PARA ENGENHEIROS QUÍMICOS RECÉM-FORMADOS

(Texto enviado pelo Trainee Beta EQ e estudante da UEAP, Michell Cardoso)

Será que você, assim como milhares de acadêmicos de engenharia química, pensou que o diploma e uns meses de estágio já eram suficientes?


Pois é, na vida nem tudo é um mar de rosas, após a luta para passar no vestibular, e depois obter o diploma universitário, os jovens têm de enfrentar mais um combate: a conquista do seu primeiro emprego. Com o mercado de trabalho cada vez mais apertado para determinadas áreas e com pouca estabilidade empregatícia, é importante estar ciente sobre a realidade em sua área de atuação e saber quais são os requisitos mais visados pelos empregadores.

Porém, dificilmente você será introduzido na área de sua preferência no mercado, e certamente criará interesse por outras áreas ao conhecê-las. Dentre elas, o engenheiro químico pode atuar na área de pesquisa, na área técnica, consultorias, setores administrativos ou até mesmo virar um empreendedor. Enfim, será uma fase de descobertas, de dar uma resposta àquela velha pergunta que faziam: ‘o que você quer ser quando crescer?’.


Portanto, para quem pensa que graduação é tudo, engana-se. Existem outras atividades que podem dar um ‘up’ no seu currículo e chamar a atenção desse mercado de trabalho que a cada dia que passa fica mais concorrido, tais como:

- Participar de programas de trainee: Este é o momento de fazer o seu marketing pessoal através da qualidade dos serviços prestados, da sua capacidade de aprender e querer crescer, de se mostrar disposto a ajudar a todos.

- Seja um diferencial: Tenha um curso de línguas e faça atividades extras como escrever e publicar artigos.

- Não relaxar, vá se especializar: Faça uma pós-graduação e se torne o famoso ‘profissional’ completo capaz de inovar, não só a empresa, mas a própria carreira e fazer diferença no mercado.

- Desapegue-se e faça um intercâmbio: Hoje em dia, o governo tem contribuído muito através dos programas de intercâmbio, como o ‘Ciência sem Fronteiras’. Essa vivência internacional, acredite, soma pontos em seu currículo, que chega a ser difícil de mensurar.

É importante também saber que ao conseguir um emprego, o profissional não deve pensar que o esforço já foi suficiente, pois a dedicação e o comprometimento são qualidades que não devem ser deixados de lado nunca, assim como seus valores e princípios éticos, são eles que irão ajudar a garantir sua permanência dentro de uma empresa.

2 comentários: