terça-feira, 6 de janeiro de 2015

REFLEXÕES DA EQ

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UNAERP, Carolina Fleury Alves)

Todos sabem que uma graduação não é nada fácil, entre elas a tal de engenharia química, mas ao longo do tempo se aprende o jogo de cintura necessário para atingir o diploma. Eu, Carolina, vou cursar o 3º ano de engenharia química na UNAERP- Ribeirão Preto, e estou com um sincero medo do que tem por vir, acredito que todos da minha sala estão, ainda mais os que trabalham para pagar a universidade e quase não tem tempo de estudar, eu admiro essas pessoas batalhadoras, algumas desistem ao longo do tempo, as que ainda estão na UNAERP  trabalham já na área de engenharia química, ou até mesmo em outra, para pagar o curso, são estes colegas que dão um pouco mais de inspiração  para que eu não desista do curso. 


Penso o quanto deve ser complicado para eles em semana de prova, uma correria para estudar, e ainda manterem-se na média para não pegarem a tão temida DP, pois eles sim sabem o valor de conquista no curso, pois pagam com suor para que o sonho de ter um diploma se realize não que eu esteja desmerecendo aqueles que têm alguém para mantê-los na universidade, pois entendo que haja esforço também deles em estudar e chegar a concluir o objetivo.

Mas os que trabalham com uma carga horaria de oito horas e ainda vão para universidade a noite, esses eu chamo de guerreiros, e dentro desse grupo tem aqueles que são de outra cidade que viajam para Ribeirão Preto para ir a aula, é uma vida bem corrida essa, chegar em casa depois da meia-noite e acordar cedo no outro dia e trabalhar e ir para aula de segunda a sexta e as vezes no sábado, e no fim de semana estudar pois eles não tem tempo para isto ao longo da semana, eu não consigo imaginar de onde eles tiram energia para essa rotina pesada. 

Assim, acredito que eles serão ótimos engenheiros químicos, isso não vale só para meu curso, mas para todos, parabéns à pessoas que trabalham e que vão atrás da graduação, vocês me inspiraram a dar o máximo de mim. Obrigada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário