quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

O QUE FAZER NAS FÉRIAS?

(Texto enviado pela Trainee Beta EQ e estudante da UNIOESTE, Gabriela Helbing)

Finalmente o ano letivo terminou. Férias! Mas e agora, o que fazer nelas? Viajar, ficar perto da família e amigos é uma boa pedida e, sem dúvidas, é muito importante, já que muitos estudantes fazem a graduação longe de casa e dedicam boa parte de seu tempo aos encantadores estudos da engenharia.


Entre as universidades, o período de férias de final de ano varia, iniciando por volta do final de novembro e terminando em fevereiro ou início de março. Bom, isso dá aos estudantes no mínimo uns dois meses de férias, super legal não é? Mas será que não poderíamos utilizá-las também para dar aquela incrementada no currículo? Isso aí, estágio de férias.

Terminar a graduação é uma das melhores sensações que temos, ainda mais depois de tanto estudo. Tudo bem que sentimos muito pelas amizades e festas que deixamos pra trás, mas chega à hora de assumir outras responsabilidades e o momento em que todos começam a perguntar: “E o emprego, conseguiu?”.

E lá vamos nós em busca do emprego perfeito, aquele que vamos ganhar não menos que 5 mil reais por mês, porque sendo a vida de estudante difícil  suficiente, nada mais justo que um salário desses! E a realidade nos ocorre, perguntando quais as nossas experiências, quais as nossas perspectivas profissionais, no que podemos contribuir para a empresa... Mas nós só queremos um emprego, depois a gente decide tudo isso, não é?

Definitivamente o primeiro emprego dos sonhos é difícil, mas não é impossível conquistar algo bacana e rápido se tivermos nos dedicado um pouco mais durante a graduação realizando estágio não obrigatório durante as férias ou mesmo durante o período letivo. 

O estágio vai além de adquirir experiência profissional, ele facilita a entrada ao mercado de trabalho, a assimilar conteúdos estudados na universidade, além de ajudar na decisão de carreira, pois é muito difícil sair da universidade e saber exatamente no que você se sairá melhor, e o estágio ajuda a mostrar os possíveis caminhos a serem seguidos dentro da sua área de interesse.

Várias empresas já possuem programas de estágio de férias, e para elas é só se inscrever. Agora, nada impede que você habitante de uma cidade pequena, com empresas pequenas e que queira ficar perto da família não consiga algo por aí mesmo. Para isto, é interessante que entre em contato com a empresa com alguns meses de antecedência para que tudo possa ser feito legalmente, no caso da empresa não ter ainda estruturado um programa de estágio e seguir as leis do estágio.

Para saber mais sobre o assunto a Lei nº 11.788 de 25/09/2008 dispõe sobre o estágio de estudantes, abordando no capítulo 1: a definição, classificação e relações de estágio; capítulo 2: da instituição de ensino; capítulo 3: da parte concedente; capítulo 4: do estagiário; capítulo 5: da fiscalização; capítulo 6: das disposições gerais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário