segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

1500 BOLSAS DE ESTUDO PODEM SER SUSPENSAS NO BRASIL

Em nota, Fernando Luiz Pellegrini Pessoa* alerta sobre a suspensão de bolsas de estudo em programas estratégicos para o desenvolvimento do País.


Cerca de 1500 Bolsistas de 32 universidades brasileiras, de 16 Estados, estão ameaçados de ter os seus pagamentos suspensos já nos próximos meses. São bolsistas de graduação e de pós-graduação dos Programas de Recursos Humanos da ANP/MCTI da área de petróleo, gás e biocombustíveis, criados em 1999, premiados nacionalmente e internacionalmente, com mais de 80% de empregabilidade. Esta interrupção, além de causar a paralização das atividades de graduandos, mestres e doutores, gera um problema social imediato, já que muitos destes alunos dependem destas bolsas. Isto está ocorrendo porque não há, até o momento, qualquer previsão orçamentária do governo para estes Programas sustentarem os bolsistas atuais e as pesquisas tecnológicas de ponta que desenvolvem nesta área estratégica para o país.

* Fernando Luiz Pellegrini Pessoa é engenheiro químico e presidente do Comitê de Coordenadores dos Programa PRH's

Fonte: Jornal da Ciência

Nenhum comentário:

Postar um comentário