sábado, 20 de setembro de 2014

EQ É AMOR!

(Texto enviado pelo Representante Beta EQ e estudante da UFV, Daniel Tinôco)

Utilizando de parte de uma frase muito conhecida entre os estudantes de EQ da Universidade Federal de Viçosa, “EQ é amor!”, assim inicio o meu texto especial ao dia dedicado a todos os atuais e futuros profissionais dessa carreira tão promissora e tão admirável, que é a Engenharia Química. Talvez pareça bobagem e até seja visto negativamente por outros estudantes, de outros cursos, mas, sem dúvidas, a Engenharia Química é amor, pois somente essa palavra poderia defini-la de forma completa e verdadeira.


Quando somos calouros, ou ainda, aspirantes ao curso, não imaginamos como essa ciência é tão rica e cheia de possibilidades. Muitas vezes, a escolhemos somente pela inocente certeza de que gostamos de química e matemática. Doce ilusão! Quando adentramos ao seu mundo, percebemos o quanto a física e a informática são quesitos cruciais para o bom desempenho acadêmico e como essas quatro áreas, juntas, nos tornam profissionais mais completos para o mercado de trabalho.

Infelizmente, alguns estudantes escolheram EQ pelo chamado status. Talvez, sim, o curso seja capaz de “encher o ego” de alguém! Entretanto, isso é tão superficial e medíocre, não somente para um engenheiro químico, como para qualquer profissional, que nem vale a pena pensar no assunto. Certamente, não “sobreviverão” ao curso se não o amarem de fato ou, pelo menos, se apaixonarem e se deixarem conquistar por ele. Parece poético e um tanto meloso este texto, mas daí a ideia do título: EQ é, verdadeiramente, amor! Amor pelo que faz, amor pelo que é, amor pelo que representa. É tanto amor que podemos dizer que somos estudantes ou engenheiros que inspiram. E é, justamente, inspiração que move o mundo, que move o ser humano.

Inspirados a fazer e ser a mudança, estamos presentes em quase tudo que nos cerca: na indústria dos plásticos, com as embalagens descartáveis e os brinquedos em geral; na dos combustíveis, com as novas tecnologias geradoras de energia e os lubrificantes; na construção civil, com as tintas e o cimento; na agricultura, com os fertilizantes e inseticidas; na limpeza doméstica, com os sabões, detergentes e desinfetantes; nos medicamentos, com fármacos diversos; na indústria alimentícia, com a produção de cerveja e refrigerantes; na petroquímica, com o petróleo e gás natural e na produção de fibras, por meio dos tecidos e papel e celulose. Tudo isso é exemplo de inspiração e movimento! Tudo isso é ter amor pelo que faz! 

Além da área de produção, o engenheiro químico também pode atuar na área de gestão, tendo os conhecimentos administrativos papel de destaque. Dessa maneira, pode trabalhar com projetos; com os setores financeiro e comercial de grandes empresas, por meio da intermediação de vendas; e no departamento executivo. Na área de segurança, pode realizar análises de novos equipamentos e de sua operacionalização. Na ambiental, pode avaliar características dos produtos atualmente disponíveis, para saber como tratar seus resíduos e efluentes e minimizar rejeitos e o consumo de água.

E não para por aí. Com o desenvolvimento da biotecnologia e da informática, a Engenharia Química só tem a ganhar mais espaço. Isso devido à sua competência no estudo do aumento da eficiência operacional de processos, que passando a envolver micro-organismos, necessitam do conhecimento já existente, advindos da cinética de reatores e fenômenos de transporte, para tornar viável essa nova tecnologia. Além disso, sabe-se que a simulação de variáveis e processos é, hoje, a forma pela qual toda instrumentação e controle se baseiam. Sendo assim, a informatização e automação são partes inerentes do desenvolvimento da Engenharia Química e da ciência como um todo.

Só é possível, portanto, fazer o que um engenheiro químico faz, se esse o fizer com amor. Um amor que se expressa na satisfação de poder contribuir com o mercado e com a vida das pessoas. Um amor que se manifesta no orgulho da profissão, do agente de transformação, que, independe de dinheiro ou de poder, já que quem faz o que ama e o faz bem, certamente, terá uma maior possibilidade de ter sucesso e de conquistar o que almeja.

Assim, ENGENHARIA QUÍMICA é isso! Amar o que faz, antes de tudo! 

Parabéns a todos nós, estudantes, formandos e formados, por nosso dia! Que possamos ser a inspiração e o amor que move o mundo! Que possamos dizer com orgulho: EQ É AMOR!

Nenhum comentário:

Postar um comentário