quarta-feira, 16 de julho de 2014

PROCESSO DE PRODUÇÃO DE AÇÚCAR

(Texto enviado pelo Representante Beta EQ e estudante da UFRuralRJ, Gabriel Almeida)

A produção do açúcar é realizada, deste os primórdios a.C. Inicialmente entre a Ásia e Europa, em um processo que se desenvolveu lentamente. A partir do século XVIII, com a revolução Industrial, foram introduzido nas indústrias moendas e moinhos movidos à vapor, e com  o passar do tempo, surgiram novas técnicas mais eficazes, e trazendo uma maior qualidade ao produto final. No Brasil, foi trazida por Martim Afonso de Souza, por volta de 1530, passou a ter destaque econômico para o país. Inicialmente, o principal polo de produção nacional foi a região Nordeste. Com o tempo, a cultura foi expandida para outros estados, inclusive São Paulo, que responde atualmente por 60% da safra brasileira.

Atualmente, a produção de cana de açúcar se localiza em duas regiões brasileiras, Centro-Sul e Nordeste. A Figura1 mostra em vermelho as áreas onde se concentram as plantações e usinas produtoras de açúcar.

Figura 1- A concentração da produção de cana de açúcar (Unica,2010).

Embora existam outras aplicações, a cana é empregada basicamente como matéria-prima para a produção de açúcar e álcool.

A produção é feita em grande escala, por diversas Indústrias no Brasil, conforme a Tabela 1.

Tabela 1: Maiores Produtoras de Açúcar no Brasil.(Unica,2010)
Maiores Produtoras de Açúcar no Brasil
Posição
Unidade Produtora
Produção de Cana de Açúcar (T)
1
SÃO MARTINHO
8.004.221
2
DA BARRA
7.378.408
3
EQUIPAV
6.518.126
4
COLORADO
6.103.406
5
VALE DO ROSÁRIO
5.922.940
6
SANTA ELISA
5.585.370
7
COLOMBO
5.152.190
8
BONFIM
4.785.973
9
ALTA MOGIANA
4.751.584
10
MOEMA
4.608.925
11
CRUZ ALTA
4.436.982
12
BARRA GRANDE
4.376.621
13
SÃO JOSE- MACATUBA
4.222.913
14
COSTA PINTO
4.180.869
15
NOVA AMÉRICA
4.145.247
16
CATANDUVA
4.039.739
17
DA PEDRA
4.006.495

Carboidratos, como o açúcar são sintetizados, por diversos vegetais mediante a energia solar com a utilização do gás carbônico e água. Assim, são fundamentais para alimentação humana.

O açúcar por ser fundamental para alimentação humana, fornece ao homem cerca de 13% da energia necessária, para um bom funcionamento do corpo humano.

Sabe-se que a cana de açúcar, é a principal matéria prima para obtenção do açúcar. Porem com os avanços da ciência, hoje também se produz através da beterraba. Este processo foi descoberto mais tarde, em 1747, levando um longo tempo para competir com o mercado da cana de açúcar.

Esse tipo de açúcar não é produzido no Brasil porque o país dispõe de grandes plantações de cana. É comum na Europa, devido ao inverno rigoroso, a cana não se desenvolve bem naquela região e a beterraba é uma alternativa à importação, já que os dois tipos de açúcar são bastante parecidos e o rendimento industrial é igual. Toda matéria prima, é utilizada de alguma forma, os resíduos obtidos, são os responsáveis pela geração de energia, para movimentar a maioria das maquinas, além do mais, são também muito utilizados para a sociedade, como forma de combustível. Percebe-se então, que é um processo que visa à sustentabilidade, e não apenas o lucro em si.

Etapas do processo de produção de açúcar:

  • Limpeza                        
  • Centrifugação
  • Difusão / Moagem          
  • Secagem
  • Clarificação                    
  • Estocagem
  • Evaporação                  
  • Resíduos
  • Cristalização

Figura 2- Fluxograma da rota produtiva da cana-de-açúcar

A evaporação consiste numa etapa importante na produção sucroalcooleiro, realizando a primeira etapa no processo de recuperação do açúcar do xarope.  A prática usual é concentrar o xarope clarificado até cerca de 65º Brix (quantidade de sólidos solúveis totais presentes no xarope), o que requer a remoção de aproximadamente 75% da água. A necessidade de economia de vapor obriga o uso do principio de múltiplo efeito. Uma instalação adequada utiliza o quádruplo ou o quíntuplo efeito, com capacidade suficiente para evaporar a água e, além disso, está apta a fornecer vapor para aquecimento do caldo e operação dos tachos de cozimento. A seção de evaporação também fornece água condensada para alimentar as caldeiras.

Pode-se manter o controle com um sensor de nível no tanque de alimentação do evaporador. A prática normal é reduzir o suprimento de vapor, quando o nível do caldo diminui no tanque de alimentação.

Figura 3 – Sistema de evaporação na produção de açúcar.

Em síntese, a produção de açúcar, baseia-se em um processo que se divide em etapas específicas que buscam a remoção de material superficial da matéria prima, até que se consiga um produto de boa qualidade, útil para o consumo humano. Ocorre a formação de resíduos, que são destinados e reaproveitados em outros processos, na mesma indústria como geração de combustível, e vendidos para outras indústrias. Sendo assim, o processo é bem estruturado, levando em conta que consegue atingir sua meta de produção de açúcar e ainda destinar sua matéria de descarte a outras finalidades que auxiliam a produção. Resumindo assim, o processo no fluxograma abaixo.

Figura 4 – Síntese da produção industrial no setor sucroalcooleiro.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BAYMA, C., 1974. Tecnologia do açúcar. Cozimento-Cristalização e Turbinação- O produto-Mel final e sua utilização- Resíduos. Rio de Janeiro/; Companhia Americana.
PAYNE, J. 1989. Operações unitárias na produção de açúcar de cana. São Paulo: Nobel.
PORTAL SÃO FRANCISCO, 2010. http://www.portalsaofrancisco.com.br/
SHREVE, R., BRINK JR., J., 2008. Indústrias de processos químicos. 4. ed. Rio de Janeiro Guanabara Koogan.
UNICA, 2010. União da Indústria de cana de açúcar, http://www.unica.com.br/,
UNICAMP, 2010. http://www.unicamp.com.br/.
USINAESTER, 2010. http://www.uniester.com.br/.

Nenhum comentário:

Postar um comentário