quarta-feira, 16 de julho de 2014

A VIDA DE UM POÇO DE PETRÓLEO

(Texto enviado pela Representante Beta EQ e estudante da UFRuralRJ, Marianne Nogueira)

São poucas as substâncias que possuem tanto valor associados a si quanto o petróleo bruto, o “ouro negro”. No entanto, sua localização não é garantida e, diferentemente das brincadeiras infantis, não há um “X” marcando sua posição. Então, como encontrá-lo? Como se dá sua extração? Quais os desafios para sua obtenção? Entenda de maneira rápida as etapas da exploração de um poço de petróleo.


O petróleo se encontra na natureza nas chamadas rochas-reservatório e o poço de petróleo é a estrutura que as ligam a superfície. Inicialmente estudos de sísmicas determinam onde há maior probabilidade de ocorrência de hidrocarbonetos, então é iniciada a perfuração de um poço para averiguar essa existência. 

PROJETO DE UM POÇO DE PETRÓLEO

PERFURAÇÃO

Mas afinal, como é um poço de petróleo? Ele é perfurado em fases, isto é em intervalos de diâmetros decrescentes, sendo os dois principais fatores que limitam os comprimentos dessas fases a pressão de poros da formação e pressão de absorção da formação mais frágil. 

PERFILAGEM

É a operação realizada após a perfuração de uma fase do poço para obter uma imagem visual de uma ou mais características (ou propriedades) de uma formação em relação à profundidade. Tais imagens - perfis elétricos são obtidos através de um aparelho de perfilagem (sonda) descido a cabo até a profundidade de interesse. As propriedades medidas podem ser elétricas (resistividade elétrica, potencial eletroquímico natural), acústica (tempo de trânsito de ondas sonoras) e radioativas (radioatividade natural induzida). Através da interpretação dos dados de perfis podemos conhecer a temperatura e a geometria do poço e a estrutura adjacente. Os perfis com maior interesse para a perfuração são aqueles que indicam a geometria do poço, sua temperatura e a aderência do cimento.

COLUNAS DE REVESTIMENTO

Entre uma fase e outra é necessário revestir-se o trecho perfurado de rocha através de colunas de tubos de aço chamados coluna de revestimento.  O revestimento de um poço de petróleo tem algumas funções, dentre elas estão: prevenir o desmoronamento das paredes do poço e isolar formações com diferentes fluidos e pressões, evitando assim que ocorra interfluxo. 

Um projeto comum de poço submarino normalmente inclui revestimentos de 30”, 20”, 13 3/8” e 9 5/8” com extremidade no leito marinho e um revestimento tipo liner de 7”. Todos esses revestimentos devem ser cimentados para garantir o isolamento das diferentes formações.

CIMENTAÇÃO

Denomina-se cimentação primária às cimentações das colunas de revestimento. Seu objetivo básico é colocar uma pasta de cimento não contaminada em determinada posição no espaço anular entre o poço e a coluna de revestimento, de modo a se obter uma vedação eficiente e permanente deste anular. A cimentação secundaria são realizadas em operações emergenciais, visando permitir a continuidade das operações e são classificadas como: Tampões de cimento; recimentação e compressão de cimento ou squeeze.

A cimentação dos revestimentos em ambiente offshore é uma operação crítica, os principais riscos são de a pega do cimento ser muito acelerada e isso causar a prisão da coluna de cimentação ou a pega ser muito retardada, possibilitando a migração de hidrocarbonetos por perda hidrostática. Para evitar essas falhas são realizados diversos testes em laboratório, onde aditivos são adicionados ao cimento para garantir sua pega em tempo certo. 

COMPLETAÇÃO

Após a perfuração e cimentação das fases é preciso completar o poço. A completação de um poço de petróleo é a etapa do projeto em que são descidos os equipamentos que permitem a produção de hidrocarbonetos ou a injeção de fluidos com a água ou dióxido de carbono.

Esses são os processos para a obtenção desse valioso combustível fóssil, através desses passos é possível entender de maneira como se dá essa nova caça ao tesouro.


Referências:

-Rocha, Luiz Alberto Santos e Toledo de Azevedo, Cecília; Projeto de poços de petróleo: geopressões e assentamentos de colunas de revestimento.

-tecnologopetroleo.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário