segunda-feira, 30 de junho de 2014

DESCOBERTA POR ACIDENTE: POLÍMEROS RECICLÁVEIS COM POSSIBILIDADE DE REGENERAÇÃO

(Texto enviado pela Representante Beta EQ e estudante do IFSUL, Natali Tajes Cardozo)

Há pouco tempo, pensávamos que os plásticos não eram reversíveis e uma vez modelados, não voltavam ao seu estado original. Este era um obstáculo que poderia trazer problemas futuros quanto à sustentabilidade e ao meio ambiente. Pois foi por acaso que um polímero com capacidade de se regenerar foi criado.


A IBM (International Business Machine) anunciou a descoberta de um novo polímero, o polihexahidrotriazina (PHT). Descoberto por acidente, a pesquisadora Jeannette Garcia trabalhava em outra análise quando percebeu que, por esquecimento de um “ingrediente”, o material dentro do tubo de ensaio tinha endurecido. Este é o primeiro grupo de polímeros descoberto no século XXI, os outros eram apenas variações de outros materiais já sintetizados. Este polímero é criado sob o calor formando um rede 3D de ligações, por isso tem propriedade rígida. É um plástico resistente, leve, auto regenerativo e reciclável. 

Além do PHT, a IBM descobriu também o Titan. E mesmo tendo sido criados pela mesma reação química, os dois polímeros são muito diferentes. O Titan é rígido e tem uma força parecida com a dos ossos de animais, e 33% da capacidade de tensão do aço, quando misturado a nanotubos de carbono, esse valor triplica, se transformando em um dos materiais mais leves e resistentes conhecido por nós. O Titan tem aplicações na fuselagem de aviões e na composição de chips complexos. 

A PHT (ou Hydro) é um gel 70% líquido, extremamente maleável com grande capacidade de regeneração quando separado, é totalmente solúvel em água e tem aplicação como um poderoso adesivo de contato. Esses polímeros terão aplicações também na indústria aeroespacial e de semicondutores.

Segundo o reitor da Universidade de Rice, Edwin L. Thomas, até então tínhamos que polímeros eram reações irreversíveis, uma vez transformados, não voltavam ao estado original, agora, porém, temos um material permanente e concreto. Ainda há muita pesquisa a ser feita e não veremos tão cedo materiais feitos com Titan, mas isso nos mostra que é possível criar novos materiais que possam ser remodelados. Na sustentabilidade, estes materiais tem grande importância, pensar em um produto que possa ser usado, reutilizado e ter outras aplicações com um mesmo polímero. Assim poderá se recuperar diversos materiais que vão para o lixo e poluem o meio ambiente se não forem reciclados. Esta descoberta nos desperta a esperança de um mundo mais sustentável e menos poluído, com mais reaproveitamento e menos desperdício. 

Abaixo segue um vídeo que mostra como são estes polímeros:

A IBM:
Fundada em 1888, a IBM (International Business Machine) é uma empresa Americana que trabalha com produtos voltados para a área de informática. É uma das maiores empresas voltadas para a área de tecnologia da informação no mundo. Possui cerca de 15 laboratórios de pesquisa espalhados por países como França, Alemanha, Inglaterra, Argentina, Colômbia, Canadá, Austrália, Japão, dentre outros.

Referências Bibliográficas:

Nenhum comentário:

Postar um comentário