segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

GERENCIANDO O SEU FUTURO

No mundo todo, administradores vêm perdendo cargos de gerência para Engenheiros. E não é de hoje que engenheiros estão fazendo carreira em grandes empresas. Estudos mostram que após cinco anos da formação, aproximadamente 60% dos graduados atuam em áreas estratégicas de empresas.


            Esse fenômeno deve-se, parcialmente, ao fato de que as escolas de administração são relativamente recentes no Brasil. As estatísticas confirmam-se já nos programas de trainee. Dos candidatos finalistas, 42% são engenheiros, enquanto 20% são administradores.

            A atuação desses profissionais como supervisores, coordenadores, gerentes ou diretores acontece em todos os tamanhos de organizações, com maior índice nas de grande porte. Esses profissionais, às vezes, atuam em áreas aparentemente distintas das estudadas em sala de aula, como em consultorias e grandes bancos.

            Mas qual é o nosso diferencial? A resposta é simples, disciplina e visão diferencial. Mesmo com o crescimento e o desenvolvimento dos cursos de administração, os engenheiros não perderam seu lugar, principalmente em indústrias que tem a engenharia como core business. O modo estruturado de raciocínio dos engenheiros faz que nós não percamos nosso prestígio.

            Existem outras aptidões que se destacam nos profissionais de engenharia, entre elas a exatidão, a lógica, o autodidatismo e a familiaridade com números. Engenheiros não trabalham com chutes, determinam todas as variáveis e avaliam todos os dados até chegar a uma resposta correta. Todos esses fatores fazem com que possamos tomar as melhores decisões para resolver os problemas.

            Porém, nossa formação necessita de alguns incrementos. É necessário que, quando formados, busquemos especializações que supram as nossas deficiências, principalmente nas áreas humanas. Muitos cursos de pós-graduação são ofertados, mas é preciso que o profissional desenvolva um perfil diferenciado para ocupar esses cargos. Conhecimento de outras línguas é importe e barreiras como a timidez devem ser superadas para que o engenheiro saiba vender seu próprio peixe e conquiste o que almeja.

            Desta forma, vemos que temos uma característica que os administradores sempre sonharam em ter: resolvemos problemas como ninguém. E é por essa e outras que nos destacamos também nesta área. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário